sexta-feira, 11 de setembro de 2015

É um rapaz!!!

Já fiz a eco e já fui à consulta com a obstetra.

Em relação à eco, está tudo bem. Confirmou que é um rapaz e que tem uma p... XXL, como o médico escreveu! Que engraçado o médico que fez a eco. Durante a consulta falou no útero ou placenta ainda baixa mas que ainda vai a tempo de subir.

Na consulta a Dra passou mais uma catrefada de análises. Desta vez inclui aquelas dos diabetes em que temos de tomar um liquido super doce e repetir a recolha de sangue 1 hora depois. Enfim, é um bocado chata mas aguenta-se! Falei-lhe do que o médico disse em relação ao útero ou placenta e ela disse que até às 27 semanas pode subir. Caso isso não aconteça, o parto terá de ser cesariana!

Engordei um bocadinho desde a última consulta mas até agora, engordei 4 Kgs o que no total acho aceitável!

Em relação ao enxoval, andei a fazer uma busca nas roupas da mana e encontrei muita coisa que dá para menino. Muitos babygrows, interiores, algumas calças, pijamas... mas também já comprei algumas pecinhas novas porque também merece e porque eu gosto. Já comprei algumas coisas nos saldos da Benetton e fui a um outlet da Chicco que há em Queluz de Baixo.

O restante, o carrinho e ovo são da Chicco e é azul, por isso serve perfeitamente! Ando a tentar arranjar uma caminha de grades emprestada. Só em ultimo caso é que vou comprar. Tenho banheira mas preferia daquelas que estão num móvel. Até lá tenho de pensar melhor nessa solução! A minha mãe ofereceu-me a mal de maternidade porque a que tinha era cor de rosa. Esta é da Chicco, não chegou a 50€ mas traz imensos produtos dentro dela. Um deles é um saca-leite manual. 

Quanto ao quarto, como temos um T2, o quarto da mana vai passar a ser para 2. Já tenho algumas ideias mas no geral quero aproveitar o que tenho ao máximo! Vou ter de comprar uns cortinados e tapete novos, mas mais do que isso, não podemos.

E o nome já está escolhido. Vai ser um Rodrigo. Nome escolhido pela mana que está toda feliz e orgulhosa da sua escolha. O 2º nome vai ser José, uma homenagem ao avô paterno.


quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Eco morfológica do 2º trimestre

Xi......... Já não escrevo à tanto tempo! Nem para mim sou boa! Afinal o objectivo deste blogue era ser o meu "diário". Mas eu sou tão indisciplinada!!! Enfim. A ver se o coloco em dia.

Daqui a pouco vou fazer a ecografia do 2º trimestre. 


O que descobri sobre esta eco:
"A ecografia do segundo trimestre, também designada por ecografia morfológica, será a mais importante de todas. “Se eu não pudesse oferecer três ecografias a uma grávida dita normal e só pudesse optar por uma, escolheria a das 20-23 semanas”, afirma Antonieta Melo, explicando que “ainda é possível datar a gravidez e é com maior facilidade que se estuda a anatomia do feto, nomeadamente o coração e as estruturas cerebrais”. Mesmo que esteja tudo bem às 12 semanas, “é imprescindível repetir o estudo anatómico nesta idade gestacional”, sublinha.
O exame morfológico permite também determinar com precisão o sexo do bebé, um dos aspetos que mais curiosidade suscita aos pais. “Às 12 semanas podemos dar um palpite forte, mas nunca garantido”.
Neste exame, faz-se ainda o rastreio do parto pré-termo e o rastreio da pré-eclampsia. “Atualmente, já se preconiza deslocar para as 12/13 semanas o rastreio de parto pré-termo através da medição do colo uterino no primeiro trimestre, e o rastreio da pré-eclampsia através do estudo fluxométrico das artérias uterinas”.
Numa grávida “normal”, sem complicações, a terceira ecografia aconselhável é a de avaliação do crescimento e bem-estar fetal, que deve ser realizada entre as 30 e as 32 semanas.
“Neste exame, vamos avaliar as biometrias do polo cefálico, da circunferência abdominal e do comprimento do fémur, e com base nelas calcular o peso aproximado do feto. O peso fetal é projetado numa curva de percentis e assim ajuizamos sobre o bom ou não crescimento fetal (à semelhança do que o pediatra faz com os bebés)”.
Para além disso, explica Antonieta Melo, verificamos a localização da placenta para excluir uma placenta baixa ou prévia que possa indicar que o parto seja por cesariana.
Numa gestação de baixo risco, “se o feto tiver anatomia normal, um bom crescimento, boa dinâmica, boa quantidade de líquido amniótico e se a placenta estiver bem inserida e as fluxometrias (fluxos das artérias fetais) adequadas, é expectável que a gravidez prossiga normalmente até ao parto espontâneo”."

Texto retirado daqui
Pois é. Além de vir a saber se está tudo bem com o bebé, nesta vou ter a certeza se realmente é mesmo um RAPAZ!!!
Até já...